02:49

E o que fazer? ♪

Postado por: Natu |


Esses dias eu conversava com uma amiga, e ela comentou rapidamente que estava pensativa e que não sabia o que fazer, pois estava afim de um guri e não tinha coragem de chegar nele.
Pois bem, eu andei pensando nisso e cheguei a uma conclusão muito diferente da forma que eu pensava antes:

Acredito que, se tu está afim de alguém, deve dar a cara a tapa e ir atrás, tentar, se achar conveniente, insistir. Claro que, pra algumas pessoas, isso é complicado, principalmente pra nós, gurias... mas se tu conseguir, achar que deve, faça isso.
Porém, se tu está apaixonado, se ama a pessoa, eu não acho tão valido insistir. Demonstrar teus sentimentos, te declarar, sim. Insistir, ou aquela coisa de 'um dia ele(a) vai me amar', acho que não é bem assim.

Não estou dizendo que é errado, que tu não deva fazer, nem nada disso. Se tu pensa diferente, ok. Segue teu caminho, teu pensamento e teu coração, mas eu penso que, se a pessoa não te ama hoje, a chance dela começar a te amar amanhã, é pouco provável. Eu já vi casos em que uma das partes amava muito e com o tempo, a outra parte acabou se apaixonando também e a relação ficou perfeita. Porém, vi muito mais casos onde uma das partes amou, sofreu, lutou, conseguiu ficar com a pessoa por algum tempo e sofreu mais do que se tivesse tentado esquecer quando soube que o outro não a(o) amava...

Como eu disse, não estou dizendoo que é certo ou errado, mas sim, querendo que vocês, gurias e gurizes, pensem muito bem antes de ir em frente com alguém, saber se vocês estão apenas afim, ou se rola um sentimento de verdade, depois disso, descobrir sea pessoa sente o mesmo, e apartir dae, pensar no que fazer, se vale a pena insistir, tentar, lutar... ou se não é melhor deixar o sentimento ali, guardadinho até que ele suma.

1 comentários.:

adriane disse...

Concordei de novo com a Naty.
Aliás, acho que eu sou ótima demais em teorias, já nas práticas...

Pode parecer megas fácil pra ti falar que a pessoa tem que ter coragem e tal, mas não é assim na prática!

Mas enfim...

Postar um comentário

Tua vez de falar agora!

Subscribe