11:16

"Avatar" quebra recorde e chega a US$ 352 milhões de bilheteria

Postado por: Ivan Sgarabotto |

"Avatar" esmagou seus rivais no final de semana do Ano Novo na América do Norte, e deve superar "Batman - O Cavaleiro das Trevas" como a segunda maior bilheteria de todos os tempos, conforme dados divulgados neste domingo.

O épico de ficção científica em 3D de James Cameron arrecadou US$ 68,3 milhões (R$ 119 milhões) entre sexta-feira e domingo, marcando um recorde para um filme em seu terceiro fim de semana em cartaz, informou a distribuidora 20th Century Fox. O marco anterior tinha sido US$ 45 milhões, fixado por "Homem Aranha", em 2002.

Depois de 17 dias nos cinemas dos EUA e Canadá, "Avatar" acumula US$ 352,1 milhões (R$ 613 milhões) nas bilheterias e está em 15º lugar entre todos os filmes em matéria de vendas de ingressos. A Fox, pertencente à News Corporation, previu que o filme teria bilheteria total na casa dos US$ 500 milhões (R$ 870,6 milhões).

O drama "Titanic", dirigido por James Cameron em 1997, o maior sucesso comercial de todos os tempos do cinema, sem contabilizar a inflação, vendeu US$ 601 milhões (R$ 1,046 bilhão), seguido por "Cavaleiro das Trevas," de 2008, com US$ 533 milhões (R$ 928 milhões). O terceiro lugar hoje é de "Star Wars", com US$ 461 milhões (R$ 802,7 milhões) de bilheteria norte-americana.

"Isto ('Avatar') é como um trem de carga que saiu de controle", disse Bert Livingston, executivo de distribuição da Fox. "Não para de avançar."

É possível que "Avatar" ameace a primazia do próprio "Titanic". Quando se contabiliza a inflação dos preços de ingressos, segundo a empresa de rastreamento de bilheterias Box Office Mojo, "Titanic" vendeu US$ 241 milhões em 17 dias.

"Avatar" é a história de um ex-fuzileiro naval inválido que é mandado desde a Terra para infiltrar uma raça de aliens azuis de três metros de altura, para persuadi-los a deixar que a empresa para a qual trabalha garimpe os recursos naturais de seu planeta. Consta que é o filme mais caro já produzido, com orçamento de pelo menos US$ 300 milhões.

Fonte: Reauters
Foto: Divulgação

0 comentários.:

Postar um comentário

Tua vez de falar agora!

Subscribe