16:07

Autora diz que saga 'Crepúsculo' foi rejeitada nove vezes

Postado por: Ivan Sgarabotto |

Stephenie Meyer, a autora da saga Crepúsculo, concedeu nesta sexta-feira (13), sua única entrevista sobre o lançamento do filme Lua Nova, o segundo adaptado de sua série de livros -e que tem estreia internacional no próximo dia 20 de novembro. E claro que, optando apenas por dar uma entrevista, Meyer escolheu cedê-la à apresentadora unanimidade nacional nos Estados Unidos: Oprah Winfrey.

Depois de uma breve introdução à Meyer e sua rotina, bem ao estilo "dona de casa padrão americana", o programa apresentou a escritora. Stephenie contou como todo o príncípio da história surgiu para ela em um sonho e revelou quantas vezes foi dispensada por editoras que não se interessaram pela história: "Foram 9 rejeições, 5 'nãos' e apenas um 'gostaria de ler mais'".

A escritora contou também que sua irmã, Emily, foi a pessoa que leu tudo desde o começo. Sobre sua falta de familiaridade com a literatura, Meyer disse que realmente a saga foi sua primeira experiência como escritora, mas que sempre foi uma leitora ávida. "Aos 8 anos, eu lia E o Vento Levou e Orgulho e Preconceito, sem saber que aquilo ainda não era para mim".

Sobre o livro Lua Nova, ela contou que havia planejado um final diferente para o título -e que tudo acabava dentro da cabeça de Bella, a personagem humana apaixonada pelo vampiro Edward.

Sobre Robert Pattinson, a escritora disse que, quando conheceu o ator, ele "cheirava bem", ao contrário do que é publicado sobre a suposta falta de higiene do galã que encarna o vampiro Edward. "Rob é hilário. Ele é a pessoa mais divertida. Nada parecido com Edward."
Fonte

14 comentários.:

Drika disse...

A editora que apostou no livro dela tava falida...

Pq eu tenho tanta raiva dessa porcaria? Ah claro, porque é um troço de retardados que virou febre e agora qualquer idiota que lê Crepusculo diz que lê muita coisa e se acha intelectual.

E vem discutir literatura comigo pra ver!

Marconi disse...

Sequinte.

É um livro sem densidade, muito superficial, nenhum problema quanto a isso.
Virou mania entre muita gente, nenhum problema quanto a isso também.

Só que assim, vampiros, foram feitos para serem vampiros, e não semi-deuses-demasiadamente-humanos-com-medo-da-sua-propria-natureza.

E então o povinho que só começou a conhecer o pouco o tema lendo isso acaba achando que conheçe mais do que aqueles que dormiram em sua infância lendo as crônicas vampirescas da Anne, ou algo semelhante. Aqueles que leram textos densos, repletos de reflexões profundas e instigantes,
e isso sim incomoda e eu considero um problema.

Aliás, Orgulho e Preconceito é um porre de livro, um romancezinho sem sal nenhum.

adriane disse...

Até parece que tu só conhece a Anne Rice. Sempre cita ela...

Ela é boa, mas eu já dormi lendo livros dela. Enrola demais e tem sangue de menos pro meu gosto. Claro que é uma autora referencial pra qualquer leitor que se preze, por ser únicamente lembrada inigualavelmente quando se fala em livros de vampiro.

Mas quem conheCe coisas além dela já enjoa.

Ivan Sgarabotto disse...

Lembrando que hoje (sábado, 14) passa o filme Crespúculo no Telecine, às 22h.

Marconi disse...

Olha, não é porque tu dormiu lendo os livros dela que seja uma verdade universal que quem conhece coisas além dela já enjoa.

Não conheço ela, mas sou fã dela, conheço a história dela. E há algum problema nisso?
Eu acho que não se deve é falar de algo sem conhecer. [E não, não foi uma indireta, cada um q sabe de si]

Mas diga, cite esses outros autores com mais sangue, divulgue para que os que você critica por lerem a saga Crepúsculo talvez começem a se ionteressar por uma literatura de maior qualidade.

Drika disse...

Então espere um próximo post com minhas dicas de livros ;D
Não vai demorar, só pra não falar que estou enrolando ou enchendo linguiça.

Mas dai tu lê de verdade os livros e me diz o que acha, ok?
Falar sempre as mesmas coisas não é cult, colegue.

Marconi disse...

Leio o que posso minha cara, o que me limita é o tempo e o dinheiro.
Mas em todo o caso, se tiver falando da saga da Meyer, já li.
E agora estou lendo os livros das Crônicas de Nárnia, que alias, nos últimos 15 dias pude ler apenas 4 deles.
Pride and Prejudice, que eu falei antes, estou pela metade.
E 'O dia do curinga' do Gaarder, estou para ler a algum tempo, mas como não quero interromper a leitura depois de começar ainda tá na espera.

Todo livro que me é recomendado e me parece bom, eu coloca na minha lista, às vezes passo uns pra frente e outros pra trás, mas continua ali a indicação de cada um.
Tenho ainda aqui anotado sobre o Ruiz Zafón, desde que tu me indicou por msn. E provavelmente vou lê-lo nas férias.

Certin?

Ivan Sgarabotto disse...

Continuem, que vou pegar mais pipoca e me acomodar na poltrona, o assunto tá tão bom.

Marconi disse...

Ivan, só querendo ver o circo pegar fogo...

tsc tsc...

^^

Tome juízo rapazinho.

hahaha

Ivan Sgarabotto disse...

O assunto é interessante, por isso que quero ver de camarote agora hahaha.

Drika disse...

Rapazinho? omg'

Não vou defender o Ivan, ele é grandinho pra isso já.

Ah, Maurinho querido, coloca na lista os quatro livros que eu fiz no post, tá?

Mas ó, vê se lê um deles, pelo menos, sabe, pra poder discutir sobre ele comigo...

Se for pra escolher um primeiro, escolhe o do Stephen, ok? Meu autor favorito de horror. Com bastante sangue, ele não escreve horror pra Jesus...

Ah, tudo certin fofuuuura.

Ivan Sgarabotto disse...

Não vou defender o Ivan, ele é grandinho pra isso já. (?????)

Drika disse...

hahahahahahhahaa

to mentindo?
não to...
então?

Rafael Henrique disse...

Só li a manchete.

Por que não me surpreendo???

Postar um comentário

Tua vez de falar agora!

Subscribe