Até onde você acha que deve se meter na vida os outros? Será que você deve dar conselhos as pessoas, mesmo que elas nao te peçam. Será que expor a sua opinião sobre a vida dos outros é necessário? E se eu não quiser saber o que você pensa? E se eu não pedir a sua opinião sobre as pessoas com quem me envolvo? Será que eu tenho o direito de mandar tudo pro inferno?

Foi então que uma pessoa entra na sua vida, dizendo que te acha inteligente e esperta. Mas na primeira oportunidade que ela tem, diz que posso me tornar manobrável. Na primeira oportunidade que tem, aproveita pra dar palpites sobre o meu relacionamento. E na primeira oportunidade que eu tive, bloqueei e afirmo; não quero mais manter contato algum.


Em uma semana de conversas fúteis por msn, não se descobre quase nada sobre a pessoa que está teclando do outro lado. Eu nem sequer pedi pra conversar contigo, não se sinta no direito de dar palpites sobre minha vida. Tu me irritou muito.

Diga sua opinião quando lhe perguntarem. Não subestime as pessoas, elas não são aquilo que você pensa. E acima de tudo: não fale sobre o que você não sabe e não conhece.


1 comentários.:

Ivan Sgarabotto disse...

Drika, sempre conte comigo e essas pessoas que querem apenas aparecer logo logo desaparecem.

Postar um comentário

Tua vez de falar agora!

Subscribe